X

Completo: Como declarar Google Adsense no Imposto de Renda de Pessoa Física?

Published on: fev 26 2014 by Daniel Assad

Por achar insuficiente todo o conteúdo divulgado na web sobre declaração de imposto de renda do Google Adsense ou outro programa de afiliado do exterior, comento abaixo a minha forma de declarar. Fique a vontade para dar sugestão ou seguir outro modelo caso este não seja o que você esperava encontrar. Não sou contador e não tenho experiência no assunto, o meu resultado abaixo é um mix de informações coletadas na internet e conversas com profissionais da área.

 

Como devo declarar o ganho recebido do Google Adsense?

O primeiro passo é saber que todo rendimento recebido do exterior precisa ser declarado mensalmente através do Carne leão, inclusive aqueles valores menores do que os valores isentos.

Carne Leão é um programa disponibilizado pela receita federal e precisa ser baixado todo ano, pois uma nova versão é lançada anualmente. No carne leão há outras opções de declaração (outras fontes pagadoras e despesas dedutíveis, incluindo seus gastos com a manutenção do seu trabalho – mais sobre isto abaixo).

 

Como declarar no carne leão – passo a passo:

1. No carne leão, após criar um novo documento com seus dados pessoais, clique no menu “Livro caixa – escrituração” e depois na aba do mês correspondente a data exata que o dinheiro foi pago a você.

 

2. Clique em “Novo”, digite a data que o dinheiro foi recebido. Depois na lupa do item Conta. Na nova janela, escolha por 3000 – Rend Exterior e 3001 – Referente a parcela relativo trabalho não assalariado. Em comentários, gosto de escrever GOOGLE ADSENSE. E no valor, que para mim é a parte mais “complexa” e discutida. Vamos a minha interpretação:

 

A) O valor que eu declaro é sempre o valor total recebido, sem descontar as taxas cobradas pelo meu banco, pois julgo que há um espaço para despejas dedutíveis. Logo, se é ou não dedutível, não é aqui o local indicado para esta discussão. No meu caso, declaro o valor que recebo na ficha do Google Adsense e não no extrato bancário (quando este já está descontado de tarifas bancárias).

 

B) A segunda parte fica por conta da conversão (dolar > real). O valor a ser declaro é o convertido pelo banco? A resposta é não! Achei este trecho na revista exame e irei aproveitar para explicar:

Os rendimentos em moeda estrangeira são convertidos em reais pela cotação do dólar fixada, para compra, pelo Banco Central do Brasil para o último dia útil da primeira quinzena do mês anterior ao do recebimento do rendimento.

Ou seja, se você recebeu US$ 2.000 no dia 27/02, você deve fazer a cotação tomando como base o valor do dólar no dia 15/01 (isto é, último dia útil da primeira quinzena do mês anterior). Eu faço esta consulta no link do Banco Central. O valor resultado aqui é exatamente o valor que eu declaro no carne leão.

No exemplo acima: Com a cotação em R$ 2 reais e 3465 centavos, o total fica em: R$4.693,00.

 

Deduções em empresa de internet funcionando em casa.

3. Sobre as despesas dedutíveis para uma empresa de internet funcionando em casa, podemos pensar em aluguel da casa, conta de luz, internet, telefone, etc.

Para a receita, este item deve levar em consideração os gastos que você tem para manter o seu negócio. E por isso, penso que Hospedagem de site é uma destas opções. Para tal, é preciso guardar a nota fiscal emitida pela sua empresa de hospedagem para futuras comprovações, caso solicitado um dia.

No primeiro caso das contas da sua casa, recomendo a você fazer uma pesquisa na internet, pois não são todas as contas da sua residência válidas para dedução. Elas precisam estar em seu nome e o valor a declarar não é 100% do valor pago. Pois você não usa 100% da luz para seu negócio, tem os gastos naturais da moradia.

Já sobre a hospedagem, que é minha conta mais alta, criei um item no carne leão. Se, você fizer no início do ano a declaração de IRPF completa, estas deduções irão te ajudar. Caso opte pela simplificada as deduções não são consideradas.

 

Gerando DARF mensal do carne leão.

4. Após finalizar a inserção de dados do mês atual,  vá ao menu DARF do seu programa. Imprima, caso exista, a DARF para pagamento do imposto devido. Este documento terá validade até o último dia útil do mês seguinte, no meu exemplo, até 31/03/2014.

5. Após realizar o pagamento, abra seu carne leão e no menu “Demostrativo de Apuração” digite o valor pago na última coluna “Imposto Pago”. Parece trabalho duplicado, mas em alguns casos o valor pago pode ser diferente do valor devido, como possível juros por atraso. Este passo irá facilitar sua vida na hora de importar as informações no IRPF anual.

Ah! Aqui vai uma dica muito boa: O DARF emitido pelo carne leão não contém código de barra o que impossibilita pagá-lo no Internet Banking (pelo menos no meu Banco). Mas no site SicalcWeb, você consegue gerar a DARF em forma de boleto e a opção (no meu banco) não é “Título ou boletos” e sim uma opção específica “DARF com cód. de Barras”.

 

PARA DECLARAÇÃO DE PESSOA FÍSICA (IRPF) – AJUSTE ANUAL:

 

Quem declara através do carne leão precisa fazer o ajuste anual (IRPF)?

Se você se encaixa no critério de isenção do IRPF, você não é obrigado a declarar no ajuste anual. Porém, se você precisa fazer o ajuste anual, deve importar os dados digitados no carne leão, no menu “Rend. Trib. Recebidos de PF/Exterior” do IRPF (ou digitar corretamente a mão tudo o que foi recebido e pago e declarado no carne leão).

 

Terei que pagar mais impostos, além do DARF gerado no carne leão, no IRPF?

É possível. Caso a soma de suas outras rendas, não declaradas no Carne leão, ultrapasse o valor isento estipulado pelo governo federal. É importante, no seu IRPF anual, no menu  ”Rend. Trib. Recebidos de PF/Exterior” checar se a coluna “Darf Pago 0190″ está preenchida corretamente, para não haver duplicação nos impostos.

 

Preciso digitar o CNPJ do Google na minha declaração?

Não. Para ganhos do exterior apenas os valores são necessários.

 

Filed under: Blog e Dicas, Rendimentos

41 Comentários em “Completo: Como declarar Google Adsense no Imposto de Renda de Pessoa Física?”

  1. Matheus disse:

    Muito interessante a sua publicação. Infelizmente eu não sabia que tinha que declarar todo rendimento recebido do exterior, vou ter que declarar os rendimentos de meses passados.

    Queria saber qual dia você declara que recebeu (o dia que a ordem de pagamento foi enviada pelo Google ou o dia que o banco depositou na conta).

    • Daniel Assad disse:

      Matheus, eu interpreto que a fonte pagadora é o Google, logo declaro a data de pagamento do Google. Eu recebo através do banco rendimento e a transferência é feita imediatamente para minha conta corrente. Mas já reparei que quando recebe diretamente pelo banco demora alguns dias para que a transferência fique disponível na sua conta.
      Então, eu declaro na data que está escrito no Comprovante emitido pelo site do Google Adsense.

  2. Perfeito, sanou as minha dúvidas, vou receber o meu primeiro pagamento pelo Google Adsense e estava procurando estas informações.

  3. igor disse:

    Olá, Gostei bastante da explicação e me baseei nela para fazer a minha parte. Resta uma duvida; quando clico para imprimir o darf não aparece nada o que pode ser isso?

    • Daniel Assad disse:

      Igor, existe um valor que é isento. Se não me engano este ano é para ganhos abaixo de 1.710 reais. O carne também não gera boletos com imposto menor do que 10 reais, neste caso, acumula para os meses seguintes. Porém, qualquer valor do exterior é obrigatório a declaração. Atenção quando fizer a declaração de reajuste anual (IRPF), esta sua renda acumulada com outros ganhos pode sim ultrapassar a. faixa isenta, gerando impostos.

  4. Diego disse:

    Pessoal, vocês conhecem algum caso de alguém que já teve problemas com a receita por causa dos ganhos com adsense não declarados? Eu nunca declarei e ganho a três anos já, porém, só nos últimos meses os valores estão acima da faixa de isenção.

    Outra dúvida é com relação as deduções possíveis no imposto, elas valem só no final do ano ou são deduzidas no pagamento mensal também?

    Obrigado.

    • Daniel Assad disse:

      Diego, não conheço ninguém que teve problemas por causa do Google Adsense especificamente, mas conheço pessoas que tiveram problemas por não declararem por outras fontes. Que no final é tudo igual, concorda?

      Pelo o que entendi no próprio site da Receita é que todo o dinheiro do exterior deve ser declarado. Segue o trecho: “2 – rendimentos ou quaisquer outros valores recebidos de fontes do exterior, tais como, trabalho assalariado ou não-assalariado…” Logo, independe do valor isento. Se preferir consulte um profissional da área.

      Se você declarar as deduções possíveis para o seu trabalho elas serão consideradas no cálculo do imposto do carne leão sim, mas no reajuste anual só farão diferença se você optar pela declaração completa e não a simplificada. Neste último caso, o que não foi cobrado de imposto no carne leão poderá ser reajustado na declaração anual.

  5. Marcello disse:

    Olá Daniel, ótima explicação esclareceu muitas dúvidas que eu tinha. Eu não sabia que o valor a declarar seria o da conversão do dólar fixada pelo banco central.
    Eu gostaria de fazer uma pergunta, como eu não sabia que o valor a declarar no carnê seria o do banco central eu coloquei o valor convertido pelo banco sem os atributos(valor bruto), e paguei o DARF, porém quando fiquei sabendo fui e converti pelo banco central, mas o valor do banco central deu menor do que eu recebi no banco, então obviamente eu paguei um imposto maior do que eu deveria, e o pior que isso aconteceu em 4 das minhas DARF já pagas, mas o valor foi mínimo. Então minha pergunta é a seguinte como faço para declarar o IRPF anual, eu devo colocar a conversão do banco central que foi menor com o imposto pago maior, ou deixo como está o valor do banco mesmo com imposto do mesmo jeito?
    Outra pergunta, para quem trabalha só como autônomo além de pagar mensalmente ainda paga imposto no anual?
    Obrigado

    • Daniel Assad disse:

      @Marcello
      No IRPF você pode importar tudo o que foi declarado no carne leão. Ou seja, se vc declarou o valor do banco, sua importação levará esses valores. Realmente não tenho conhecimento suficiente para dizer se, neste momento, após pago o imposto maior, qual é o melhorar procedimento: se (1) é reparar manualmente no IRPF o valor ganho (convertido pelo BC) ou (2) deixar como está, já que a diferença do imposto não é muito alta. Eu imagino que no primeiro caso, você teria imposto a receber (esta diferença que você notou).
      Se esta é a sua única fonte de renda ou todas as suas fontes são declaradas já no carne leão, uma vez pago o imposto mensalmente, não acredito que o IRPF irá gerar nenhum imposto a mais.

  6. Lucas Cotta disse:

    Olá Daniel obrigado pelo post, bastante esclarecedor. Tenho algumas dúvidas, se puder me ajudar ficarei muito grato.

    Primeiramente, aonde você declarou o valor pago com hospedagem? Em qual coluna do Carnê-Leão?

    O que você faria, se o site fosse seu e de mais uma pessoa, a quem você sempre transfere metade do que recebe? Cada um declararia metade? Você tem alguma idéia?

    Muito obrigado

    • Daniel Assad disse:

      @Lucas,

      No menu “Alterar plano de contas” você deve incluir um novo item em “Despesas dedutíveis”. Lembre-se de guardar a nota fiscal da sua empresa de hospedagem. Após fazer isto, em “Escrituração” adicione um novo item no mês desejado e localize a hospedagem de site.

      Já sobre sua segunda questão também passei por isto. Entendo que vocês não tem nenhum contrato de sociedade, dependência, casamento, etc., logo não sei se declarar meio a meio é uma solução legal. Na verdade, a outra pessoa recebe de você um pagamento de pessoa física. O sua raiva problema é pagar imposto em cima de imposto. O ideal é verificar com seu contador a melhor solução para este caso. No meu, abrimos uma empresa e além de pagar menos impostos, não tivemos este problema mais pela divisão de lucros. Mas ai já foge muito do que conheço!!

  7. Jonas Pereira disse:

    Oi Daniel Assad, antes de tudo gostaria de agradecer pelo artigo compartilhando seu conhecimento.
    Gostaria de saber se pode me ajudar no seguinte problema:

    Sou professor particular, não tenho CNPJ e não faço nenhum tipo de declaração, IRPF e etc.
    Tenho um canal de aulas no Youtube com adsense e consegui acumular 400 dólares em um 6 meses. Estou enrolando para solicitar o saque deste dinheiro pois não estou seguro do que fazer.

    Se eu fizer este saque e declarar no carnê leão será que a Receita pode vir atrás de mim por acabar achando meus outros problemas?
    Ou como o dinheiro será em média somente estes 400 dólares anualmente é tão pouco que nem tem problema de omitir?

    Agradeço desde já pela ajuda!

    • Daniel Assad disse:

      Olá Jonas,
      Não sei quais são seus outros problemas para “imaginar” se pode ou não dá problema. De qualquer forma, o objetivo deste post é mostrar como é declarado o Adsense e não discutir o que pode cair ou não na malha fina. Na verdade, minha experiência não chega a este ponto rs, para isto recomendo consultar um profissional da área. Qualquer omissão pode cair na malha fina, independente do valor. Lembro que não fazer declaração não é errado se vc não se encaixa em nenhum critério que o obrigue a fazê-la. Este valor de $400 é abaixo da isenção do IRPF, vc deve considerar a soma de todos os seus outros rendimentos para verificar sua isenção. Já em relação ao carnê-leão, ao declarar este valor não será nem gerado uma cobrança de imposto pois estará abaixo da isenção. Porém, ao importá-la para o IRPF (caso seja necessário fazê-la) este valor somado aos seus outros rendimentos poderá sim gerar imposto no reajuste, caso não, apenas ficará um histórico no carnê-leão da sua máquina, pois EU ACREDITO, que os dados digitados no carne não são transmitidos para a receita, apenas quando gera darf (imposto) ou quando importados para o IRPF.

      • Jonas Pereira disse:

        Obrigado pela resposta Daniel,
        Meus “outros problemas” que referi são o fato de não declarar IR e trabalhar sem CNPJ.

        Levando isso em consideração e o provável fato do carnê leão não transmitir nada para a Receita(vou fazer um teste), arriscarei sacar o dinheiro sem fazer nenhuma declaração, afinal 400 dólares em um semestre não deve ser um problema.

        Novamente agradeço pelas explicações.
        Abraço

  8. marco disse:

    olá , eu tenho uns R$ 450, 00 pra receber do adsense, e queria saber se eu declarar só no leão , (pelo que fiquei sabendo,mesmo sendo pouco dinheiro do exterior,mesmo assim paga uma taxa pro leão), queria saber se terei tambem que fazer a declaração de IRPF anual , em 2016, ou se eu pagar só o leão eu ficarei de boa mesmo sem declarar o IRPF anual, mesmo pq não vai ultrapassar, mesmo pq meu sálario na empresa que trabalho é só 1.200,00 por mês e nunca declarei imposto de renda antes…No caso é só fazer a declaração do tal leão e não precisarei fazer a declaração anual,pois sou isento , é isso ?

  9. Cassio disse:

    Daniel, muito obrigado por compartilhar, tenho um site que gera em torno de 2k de rendimento mensal, também possuo cnpj, como declaro o valor em cima de meu cnpj no carne leão? O valor que pago no Simples mensalmente tem que ser declarado? isso pode ajudar em alguma coisa?

  10. Carmelo disse:

    Daniel, tudo bem?
    Vou gerar o DARF esse mês.

    É possivel fazer dos meses anteriores (retroativo)? Faria mes a mes ou consolidado?

    Obrigado pelas explicações.

  11. Paulo disse:

    Aqui dá a entender que qualquer valor ganho no estrangeiro precisa ser declarado. Perguntei a outra pessoa e disse que é pra declarar só quem ganha no mínimo 1900 reais brutos por mês.
    Em quem acreditar?

    • Daniel Assad disse:

      @Paulo, muitas fontes dizem que sim, outras que não. Ao declarar no carne leão um valor abaixo da isenção este não irá criar nenhuma cobrança de imposto.

      Você deve ter em mente que o somatório de todos os seus rendimentos, caso exista mais de uma fonte, é o que determina se você terá ou não imposto. Existem outras situações que são obrigadas a declarar via carne leão.

      Todos os valores incluídos no carne leão serão aproveitados na sua declaração de reajuste, caso você a faça.

      Recomendo sempre consultar um especialista. Todo o conteúdo desta página é uma pesquisa que realizei.

  12. Tom disse:

    Olá, Daniel, parabéns e obrigado pelas dicas deste post!
    Tenho ainda duas dúvidas: comecei a receber pagamentos em janeiro de 2016, qual versão do carnê leão devo baixar? Os dados gerados após o preenchimento são enviados automaticamente para a receita ou só preciso mantê-los como prova de que estou contabilizando?
    Se puder ajudar com mais isso, agradeço demais!
    Abraço!

    • Daniel Assad disse:

      @Tom,

      Baixe a versão mais recente do Carnê Leão: 2016. Os dados não são enviados automaticamente. Após preencher verifique se houve geração de DARF (isto vai depender do valor recebido e informado). Você precisa manter esses dados com você. É importante digitar os valores recebidos e os valores pagos, desta forma, ao importar para o IRPF em março/abril todos os dados já estão digitados.
      Abs!

      • Tom disse:

        Obrigado, Daniel!
        Uma última dúvida: se eu preencher o Carnê Leão, fico na obrigação de declarar o IRPF, mesmo que não tenha recebido valores acima da isenção?

        • Daniel Assad disse:

          Não. As regras para quem declara o IRPF são as mesmas, independente do Carnê Leão. Atente que sua renda para o IRPF é o somatório de todos os seus ganhos e não apenas o Google Adsense.

          • Tom disse:

            Mais uma vez, agradeço a atenção e ajuda!
            Vlw!

            • Tom disse:

              Daniel, sem querer ser chato, tenho um questionamento que pode te interessar também: você conhece o tal sistema Siscoserv? Sabe se ele se aplica ao nosso tipo de trabalho? Vi isso aí quando estava pesquisando sobre o IRPF e fiquei na dúvida.

  13. Tom disse:

    Daniel, sem querer ser chato, tenho um questionamento que pode te interessar também: você conhece o tal sistema Siscoserv? Sabe se ele se aplica ao nosso tipo de trabalho? Vi isso aí quando estava pesquisando sobre o IRPF e fiquei na dúvida.

  14. Luan disse:

    Olá Daniel primeiramente Parabéns pelo excelente post tirou a maioria das minhas dúvidas, a unica que restou é que no meu caso recebo do exterior e o dinheiro vai para minha conta do Paypal.
    na data do leão coloco a data que caiu no paypal? (Observação quando o dinheiro cai no paypal já e convertido de dólar pra real ai coloco o valor que está no paypal) ..

    Agradeço desde Já obrigado!

    • Daniel Assad disse:

      Oi @Luan,

      Não entendo muito para afirmar esta parte do Paypal. Não sei como ele funciona ou se existe alguma lei específica para ele. Imagino até que não será uma tarefa fácil achar algum profissional que saiba responder esta sua pergunta rs!
      Eu recebo o Adsense através do intermediário Banco Rendimento que faz a transferência automaticamente para o meu banco corrente. E digito a data que o pagamento foi realizado, no caso, a data que sai no comprovante de pagamento do Google.

  15. Carmelo disse:

    Daniel, tudo bem?
    Seu passo a passo foi esclarecedor desde na declaração do ano passado.
    Enfim, uma duvida minha e opiniao que gostaria: mesmo declarando os ganhos do google no Carne Leao tive que pagar imposto ainda na declaração. Teria uma forma de pagar menos? POr exemplo: é possivel abrir uma empresa so para receber os ganhos do google e declarar como ME ou simples?

    Desde já obrigado e abs

    • Daniel Assad disse:

      Oi @Carmelo,
      Você deve ter pago mais impostos pois certamente tem outras fontes de recebimento. Ao somar no seu reajuste gerou novos impostos… Se não, verifique se importou todos os dados certos para seu IRPF. Atenção a coluna “Imposto Pago” que é digitada manualmente no Carne Leão.
      É possível sim receber seus ganhos do Adsense como pessoa jurídica, recomendo procurar um profissional para te auxiliar na melhor maneira, se via MEI, SIMPLES, se realmente vale ou não a pena.

  16. Diego disse:

    Muito importante seu artigo, parabéns.

    No meu caso tenho tenho emprego e recebo do google adsense como pessoa física, não sabia que tinha que utilizar carne leão, declarava os pagamentos no próprio iprf, será que terei problemas? Mesmo não ultrapassando o limite anual?

    • Daniel Assad disse:

      @Diego, qualquer declaração feita com erros tem problema (podem dar). Como você declarou os ganhos no IRPF acho menos pior. Realmente desconheço se existe como retificar o carne leão passado. Acho que não. Vale a pena consultar um profissional, se não for possível guarde todos os seus comprovantes sempre, para um dia se preciso e solicitado.

  17. Elisson disse:

    Pessoal, vocês tem que ir ao contador! Procurem um profissional, não façam por conta própria. Na internet tem mil teorias de como você ”deve” declarar o imposto de renda pra quem trabalha com o Adsense. Fui no contador hoje e ele me explicou que os meus rendimentos não se encaixam nos ganhos ”vindo do exterior” porque o banco recebe em dólar e transforma em real e já chega na minha conta em Real. Outra coisa interessante foi referente as darfs que não paguei durante todo ano passado. Ele me informou que como eu não imprimi nenhuma e não é retido na fonte, não há problemas de multas(apenas se eu tivesse imprimido e não fosse pagar depois de 15 dias). No meu caso se eu tivesse pago durante todo ano passado iria receber a restituição nesse período atual. No fim, paguei uma taxa mínima. Abraço a todos. Consultem um profissional é o mais adequado.

    • Daniel Assad disse:

      Oi Ellison, isto eu recomendo bastante: Na dúvida procure um contador.

      Uma das coisas que não concordo que você me escreveu é referente ao dinheiro cair na sua conta em real por isso ele não é caracterizado como pagamento do exterior. De imediato o único pagamento do exterioe que lembro que não passa por um intermediário e um banco é o deputado com dólar na cueca (rs). As formas de pagamento que conheço sempre caem convertidas em real, pois os bancos não te pagam em dólar mesmo. No meu entender – de nao contador – O banco brasileiro não é a origem do pagamento, ele é o destinatário. A origem é a empresa que vc prestou o serviço, é da onde saiu o dinheiro.

      Outro ponto que me gerou dúvida na sua mensagem foi: você disse que não há multa, mas se tivesse pago mensalmente, no reajuste você teria restituição a receber, mas como não fez desta maneira, teve que pagar uma taxa “mínima”. Isto não seria uma multa?

      Respondendo… não acho que é multa. Provavelmente é o somatório do que vc teria que ter pago mensalmente. Como vc não imprimiu a darf não há cobrança de multa(juros) por atraso, mas pode no futuro gerar multas por declaração indevida.

      Novamente, na dúvida escute sempre o seu contador!

  18. Maurício disse:

    Para um valor de quase 3k reais, gerei um darf pessoa física e o valor ficou em 99,87. Está certo? achei que seria em torno 27%, será que fiz algo errado?

    • Daniel Assad disse:

      Mauricio, está certo sim. Não fiz a conta, mas não é o valor inteiro que desconta 27% e sim por faixa… exemplo até XXX isento, até XXXX vc paga 15%.. e o restante em 27%. Você encontra essa calculadora no próprio site da receita para entender como está descontando seus valores recebidos.

Deixe um comentário

*

*